há 4 meses
Dia 4.11
Relatório em ordem cronológica

O ministro de Minas e Energia, Bento Albulquerque, chegou ao Amapá por meio de articulações do governador Waldez Góes e à pedido do presidente do senado, Davi Alcolumbre. Neste mesmo dia, o Ministério de Minas e Energia (MME) montou um comitê de gerenciamento de crise para monitorar o restabelecimento de energia.

Consequências da tempestade
A Defesa Civil Estadual identificou três pontos de alagamento, um deles com prejuízos. Ainda segundo o monitoramento, cerca de 3 mil pessoas buscaram alojamentos em hotéis de Macapá e Santana. Frentes de trabalho foram montadas: levantamento das necessidades dos municípios do interior; equipe técnica de análise de cenário; sistema de comando de incidente; e doações.

Combustível para geradores
Nas primeiras 48 horas do apagão, o Governo do Amapá disponibilizou mais de 20 mil litros de óleo diesel para o abastecimento de geradores das unidades estaduais de saúde da capital e de Santana. A medida garantiu o fornecimento de energia elétrica imediata e assegurou a continuidade do atendimento e a assistência em saúde aos pacientes.

Distribuição de água
A Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) iniciou a frente de trabalho para energizar o Sistema Central de distribuição de água em Macapá, e sistemas isolados de água. Além de tratativas com a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) para reabastecimento dos sistemas, também houve busca de parcerias públicas e privadas para a cessão de grupos geradores.